Espaço para existir

Um corpo ocupa o que o corpo ocupa mais o que as suas extensões ocupam. Não há corpo que ocupe mais que o corpo de quem dança. Dêmos-lhe espaço para existir.

Back to top