As palavras não são definitivas: o seu significado, a sua grafia ou a sua composição. Uma palavra maiúscula pode, num repente, perder importância e tornar-se minúscula. Se é que existe hierarquia nas palavras… As palavras não se deveriam ler ou ouvir como verdades absolutas. Palavras não são tatuagens.